Como e para quê se produz gelatina

Gelatina é mais do que apenas um ingrediente de receitas culinárias.

Matérias-primas

A gelatina provém de três matérias-primas animais. Em geral, a gelatina é fabricada a partir de matérias-primas que contêm alto teor de colágeno, como pele suína, pele bovina e ossos de bovinos.

Esses materiais são retirados exclusivamente de animais aprovados para o consumo humano por autoridades veterinárias. No entanto, a GELITA South America utiliza somente pele bovina e suína para a fabricação de sua gelatina.

Processo Ácido: Pele suína
Processo Básico: Pele Bovina, osseína (pedaços de osso desmineralizados com HCl pré-tratada (hidróxido de sódio e hidróxido de cálcio)
Neutralização com ácido e lavagem para retirar o sal residual.

Onde é utilizada na área alimentícia

Bebidas: Pré-clarificação de sucos e vinhos.
Confeitos: Caramelos, doces de gelatina, gomas. A substituição de carboidratos por gelatina permite a produção de gomas sem uso de açúcares – ideais para o consumo de diabéticos.
Panificação: Usada como aglutinante na estabilização de recheios e cremes.
Produtos cárneos: Usada para a produção de produtos embutidos e aspics.
Produtos lácteos e sobremesas: Iogurtes, queijos fundidos, cremes batidos, cremes de leite, sorvetes, mousses, cremes e tortas. Produtos lácteos com baixo teor calórico servem-se da capacidade da gelatina de ligar água, formar emulsões e manter a estabilidade.

Outros usos

Aplicações cosméticas: ingrediente ativo e protetor coloidal em cremes suavizantes, xampus, tinturas, loções, géis para banho, entre outros.
Área farmacêutica: cápsulas medicinais são produzidas com gelatina farmacêutica.
Área fotográfica: revestimentos de filmes fotográficos são feitos à base de gelatina.
Imprensa: papéis para impressão de alta qualidade são produzidos com gelatina.
Saúde: O consumo regular de gelatina especial reduz as causas de osteoporose e artrose.

Aplicações especiais

Microcápsulas: Gelatinas e seus derivados podem ser usados para microencapsulações de:

– tintas para papéis de cópia, fragrâncias para publicidade e manufatura de amostras, substâncias químicas para multicomponentes de adesivos ou vitaminas para aplicações especiais;
– componentes para produtos de limpeza (detergentes líquidos, produtos especiais para lavar algodão, seda e outros têxteis sensíveis);
– aglutinante para ração animal;
– fabricação de produtos de embalagem (filmes comestíveis);
– fertilizantes, meios de cultura.

Processo de Fabricação

A gelatina é um hidrolisado de colágeno, componente protéico principal do tecido conjuntivo de mamíferos (pele, osso e tendões).
Em geral, a gelatina é fabricada a partir de matérias-primas que contêm alto teor de colágeno, como pele suína, pele bovina e ossos de bovinos. GELITA South América, utiliza somente pele bovina e suína para a fabricação de sua gelatina.

Soluções para quem adora gelatina

É possível prepararmos gelatinas absolutamente saborosas e saudáveis utilizando a alga marinha agar-agar que é vendida em pó, exatamente como as de origem animal.

Fonte: Alexandre Pimentel
Presidente do Centro de Qualidade de Vida – CQV
Teleorgânico: (0xx61)273.3202

 Nota do Site: Dê preferência ao uso da alga marinha agar-agar para fazer sua gelatina.