Jéssica Santos Pereira

beija-flor

VIDA DE PROTETOR

Jéssica Santos Pereira

ONG DNA Animal – Curitiba / PR

Bom dia, me chamo Jéssica, atualmente tenho 22 anos e moro em Curitiba – PR. Hoje, faço parte da ONG DNA Animal, de Curitiba mesmo, sou protetora independente e ativista. Comecei na proteção animal muito cedo. Desde que me conheço por gente, basicamente. Sempre amei animais e sempre tive animais em casa. Mas minha história na proteção e no ativismo começou quando eu tinha uns 9 anos de idade, quando a minha avó havia saído para ir ao cemitério e quando ela voltou para casa, uma cadelinha a acompanhou. Ficamos com a cadelinha, sem ter consentimento da minha mãe. Passou uns 2 dias, um senhor aparece batendo de porta em porta com uma foto na mão de uma criança com uma cachorrinha. Perguntou se havíamos visto a canina. E sim, vimos! Ela estava conosco. Perguntei e apontei para a cadelinha: “é esta?” ele com um enorme sorriso no rosto confirmou que sim. Ao pegar ela em seus braços, nos perguntou como ele poderia pagar por isso. Na hora, pensei em pedir algo, pois estava muito perto do Natal, mas o meu coração disse que fazer uma família feliz novamente, estava mais que pago, seria gratificante a vida toda. Respondi ao senhor que nada precisava. Ele agradeceu e foi embora. Passados uns 15 dias, ele retorna, com uma sacola cheia de doces e me entrega, e diz que era um presente por termos ajudado a encontrar sua cadelinha. Fiquei muito feliz e isso me marcou muito. A partir de então, começou meu ativismo independente. Adotei alguns de situação de maus tratos, um eu resgatei porque imaginei ter dono e tinha mesmo, outro eu chorei para minha mãe comprar por 50 reais do meu vizinho que batia muito nele. Quando tinha 16 anos eu comecei a ajudar protetores independentes da minha cidade, com cobertas, rações, e tudo que pudesse ser útil para os animais.

Em 2017, eu vim morar em Curitiba, onde ingressei na ONG DNA Animal que adoro muito. Uma ONG séria. Pesquisei antes de fazer parte de uma. Então, escolhi essa devido às informações. Hoje sou muito grata, sempre ajudo quando posso. Faço eventos onde arrecado rações, cobertas e itens que possam ajudar os animais da ONG e até na sua própria estrutura física. Ainda quero adotar uma mocinha que tem lá na ONG, que desde a primeira vez que a vi, me apaixonei por ela, só que no momento ainda não tenho condições para dar a mesma vida á ela, que dou ao que já está comigo faz 4 anos. Quero que ambos tenham a mesma vida, sem distinções. Continuo na proteção independente, porém de uma forma mais branda. Cheguei até o site de vocês, pois precisava muito de um termo de adoção de uma resgatada minha que iria virar matriz por ser da raça Husky Siberiano. Felizmente, depois de 2 tentativas, terceira, ela conseguiu, finalmente, um lar digno, como todos merecem.

Desde que conheci o site de vocês, me apaixono com cada conteúdo de vocês, de grande utilidade para todos. Acredito que com conscientização, podemos chegar longe. Atualmente, eu ajudo encaminhando animais para a castração por intermédio de um grande amigo, auxilio com denúncias de maus tratos e até em resgates de animais, desde que esteja ao meu alcance. A causa animal me move, dá mais sentido para a minha vida, aprendo cada dia que amor é simples demais, os seres humanos que complicam. Dessa jornada de vida, hoje no dia 08/09/2019, faz exatamente 3 meses e 6 dias que meu anjinho morreu, um cãozinho que transformou minha vida. Esteve comigo durante seus 17 aninhos e hoje está a brilhar nos céus. Por amar tanto esse ser, ele me inspirou a escrever um livro (estou escrevendo), e quando eu publicar, espero que possa contar com o apoio desse site tão lindo de vocês para divulgá-lo e contar um trecho dessa história linda de amor.

Gratidão imensa por tudo e por conhecer vocês, grande beijo da Jéssica e do Lord Charlie (pug)!